Como a polinização ajuda a resolver a baixa safra de Caju?

(Anacardium occidentale L.)

Segundo a Conab (2020), a safra 2019/2020 (até setembro) do caju foi estimada em 149,5 mil toneladas, com produtividade de 349 kg/ha. Apesar da safra interna ter tido um aumento em comparação à 2018, o país ainda depende de importações para lidar com a demanda pelo produto, estima-se que, em 2020, os investimentos nas importações de castanhas de caju com e sem casca foram aproximadamente R$ 23 milhões.

Figura 1: Frutificação do cajú (Anacardium occidentale L.). (Fonte: Agrobee)

A baixa produtividade do caju está associada ao déficit de polinização, somada a outros fatores. Isto ocorre pois o caju, assim como outras culturas, depende da polinização cruzada para produzir seus frutos, portanto necessita de vetores de polinização para efetivar este processo. 

O serviço de polinização é, em sua maioria, realizado pelas abelhas e promove benefícios na produção e na qualidade da castanha de caju e do pedúnculo. 

Figura 2: Abelha Apis mellifera visitando flor de cajú (Anacardium occidentale L.). (Fonte: Agrobee)

Para melhores resultados, indica-se realizar um consórcio cajucultura-apicultura entre um produtor rural de cajus e um criador de abelhas. 

Benefícios da polinização por abelhas

  • Garante a polinização cruzada no plantio
  • Promove o pegamento dos frutos
  • Reduz o abortamento dos frutos
  • A colheita resultante é melhor na área com abelhas do que em campos sem abelhas
  • Promove a produção de cachos densos de frutas ou sementes
  • Produz castanhas e frutas com bom formato e tamanhos mais uniformes
  • Produz castanhas de caju grandes 
  • Promove a produção de castanhas cheias

Referências bibliográficas

Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB. Análise mensal. Castanha de caju. Agosto de 2020. Conab, 2020. 

ERADASAPPA, E.; MOHANA, G.S. Role of pollination in improving productivity of cashew – a review. Agricultural Reviews, v. 37, n. 1, p. 61-65, 2016. 

FREITAS, B.M. et al. Plano de manejo para polinização da cultura do cajueiro: conservação e manejo de polinizadores para agricultura sustentável, através de uma abordagem ecossistêmica. Rio de Janeiro: Funbio, 2014. 

GILLEO, J.; JASSEY, K.; SALLAH, A.Y. Princípios básicos para fazer negócios com o caju: projeto de melhoria da cadeia de valor do caju na Bacia Hidrográfica da Gâmbia (PMC). Bakau: Ajuda Internacional e Desenvolvimento, 2011. 36p.

Assine a nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades da Agrobee.

Ao se inscrever você concorda com os termos de uso e política de privacidade.

POLÍTICA DE COOKIES AGROBEE
 
  • O QUE SÃO COOKIES?

  Cookies pequenos arquivos de textos armazenados em seu computador ou dispositivos móveis, criados pelos sites que você visita e que são salvos no seu navegador de Internet. Esses arquivos contêm informações que servem para identificar que é você que está navegando pelos sites que você visita. Normalmente, não ocupam espaços e servem para que a experiência de navegação seja mais eficiente e evite que ou usuário tenha que digitar tudo novamente, caso a conexão caia ou volte mais tarde para continuar de onde parou.   Os cookies podem ser persistentes e de sessão. COOKIES PERSISTENTES: Eles são formas de cookies que armazenam as preferências do usuário como por exemplo idioma utilizado, temas, últimas pesquisas, informações preenchidas em formulários de cadastro, de forma que possam ser lembrados conforme a navegação do usuário. COOKIES DE SESSÃO: Os cookies de sessão não são armazenados e são excluídos permanentemente assim que se fecha a página da Internet ou a navegação é encerrada.
 
  • FINALIDADE DOS COOKIES USADOS PELA AGROBEE

  A Agrobee utiliza o Google Analytics e cookies de leads e de churn a partir do RD Station para tratativa de leads para obtermos as seguintes informações:
  1. performance e estatísticas de acesso ao site, como por exemplo: dia, hora, novos usuários, quantidade de acessos, tipo de dispositivo que acessou o site (computador ou celular) e quantidade de visualizações;
  2. cadastro de e-mail automático do endereço de e-mail e contato para recebimento do bee-book;
  3. identificação de usuários do aplicativo oriundos a partir do website da Agrobee, proporcionando melhoria no processo de login e autenticação dos usuários;
  4. memorizar as preferências dos usuários que acessam as páginas online;
  5. mensurar o apelo de conteúdos e campanhas veiculadas;
  6. analisar o fluxo e volume de cliques, mapa de calor e acessos no website.

  • DO CONSENTIMENTO DO USUÁRIO DO WEBSITE

  Você pode aceitar e gerir o uso de cookies no website da Agrobee, podendo configurar no próprio dispositivo ou navegador se deseja declinar os cookies, podendo, inclusive, usar aplicativos ou extensões que o façam. Disponibilizamos o consentimento do uso de cookies no website para que você faça a escolha de forma livre, inequívoca e transparente dos mesmos. A Agrobee declara que se utilizará das configurações do dispositivo e do navegador para aplicar ou não essas disposições a partir das suas preferências.
Open chat